A sétima edição do programa Redes Ativas arranca já no próximo dia 13 de outubro. 

Este programa de intervenção inovador destina-se aos jovens entre os 15 e os 25 anos com dificuldades na socialização. O grupo irá reunir-se todos os sábados para, num ambiente de partilha e companheirismo, realizar diferentes atividades que ajudam a estimular a autonomia no dia-a-dia e nas relações sociais.

 

Atividades na comunidade

Estas atividades têm como objetivo aprofundar as relações entre os membros do grupo fora do contexto formal de aprendizagem, treinar competências de autonomia na utilização de recursos comunitários (transportes e serviços públicos) e promover atividades de lazer fora de casa.

Este ano, o grupo será desafiado com o jogo Aventura na Cidade. Ao longo das várias semanas, o grupo terá que procurar pistas para conseguir decifrar o enredo (encontrar um tesouro, uma personagem desaparecida, um mistério, alguém que necessita de ajuda). Para obter estas pistas terão que visitar vários locais de referência na cidade onde irão enfrentar diferentes desafios.

Atividades em sala / ginásio

  • Expressão Dramática – com o objetivo desenvolver a comunicação verbal e não-verbal, a interação em grupo e a expressão de emoções através do movimento/gesto e voz.
  • Treino Simulado de Autonomia e Competências Sociais - com o objetivo de promover as competências sociais e melhorar a capacidade dos jovens para se relacionarem com os outros e para cuidarem de si mesmos.
  • Desporto e Lazer – com o objetivo de explorar interesses na área da atividade física, manter um estilo de vida saudável e desenvolver a cooperação e capacidade de trabalho em equipa.
  • Dinâmicas de Grupo – com o objetivo de promover as competências sociais através do jogo, do movimento e da cooperação.

 

Datas

O programa decorrerá entre outubro e julho, aos sábados de manhã, em Cascais, com atividades pontuais na zona da grande Lisboa e dois fins-de-semana durante as pausas letivas de abril e junho (incluindo dormida).

 

Inscrições 

As inscrições para o programa estão abertas até dia 8 de outubro através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Testemunhos

Os pais dos participantes em edições anteriores do programa explicam as mudanças que viram nos seus filhos.

“Notámos, ao longo deste ano, uma maior autonomia do A e sobretudo uma vontade de participar mais em “eventos sociais” como foi, por exemplo, o jantar e festa da sua turma, o que o A anteriormente não tinha grande vontade de fazer. Sentimos também no A uma maior alegria na vida e em apreciar as relações sociais inerentes à vida.”

“A participação da B foi muito importante para o desenvolvimento social e afetivo dela. Houve resultados indiretos da participação no projeto, mas que não se teria verificado se ela não tivesse integrado o grupo.”
“A sua autonomia e a sua autoestima têm vindo a “subir” de uma forma bastante positiva. O sair com os amigos, querer ir a uma atividade com “prazer” é sem dúvida um dos grandes objetivos melhorados.”

“No cômputo geral, tanto nós como o T, pelo feedback que nos dá após cada sessão, estamos satisfeitos com a evolução e o progresso do T. Nomeadamente: (...) começou a sair sistematicamente com alguns colegas do CADIn e mesmo com colegas da escola. Tornou-se autónomo nos transportes, marcou jantares com os colegas e regressou diversas vezes sozinho, tarde a casa. (Não fazia antes)”